Categorias viagem

#viajacomigo: Milão


milano

Voltei desse país maravilhoso há mais de 2 meses e finalmente o post vai sair! Como passei por 4 cidades em 2 semanas, resolvi fazer todos os posts separados, cada um sobre uma cidade, na ordem em que eu as visitei. Durante o meu tour, fiquei entre 3 e 4 dias em cada cidade. Em algumas para mim foi mais que suficiente e em outras eu acabei deixando de visitar muitos lugares. Mas vou tentar colocar aqui o que eu mais gostei de cada lugar.

Nesse primeiro post, eu vou falar sobre Milão, a primeira cidade que eu visitei. Preciso lembrar que antes de ir a Milão eu estava em uma cidade alemã chamada Nürnberg – já a visitei duas vezes e estou pensando em fazer um post só para ela aqui – na qual eu fiquei por 2 semanas. De lá, peguei um trem e fui para Itália, me encontrar com a minha mãe, que me acompanhou durante o resto da minha viagem. Ótima companhia, aliás! Acho que essa viagem de trem foi uma das mais bonitas que eu já fiz na vida. Saí do sul da Alemanha, passei pela linda Áustria e cheguei no norte da Itália. As viagens de trem pela Europa às vezes podem ser mais caras e mais demoradas que de avião, mas a vista com certeza não tem nem comparação e vale muito a pena!

– Onde ir?

Fiquei 3 dias na minha primeira parada. Na verdade, só tivemos 2 dias para visitar os pontos turísticos principais: Duomo de Milano, Galeria Vittorio Emanuele II e alguns vários museus – entre eles o Triennale di Milano, um museu de design incrível. Passeamos bastante pelo centro e andamos muito a pé. Como tivemos pouco tempo nessa cidade, não tive tempo para descobrir lugares fora do roteiro turístico para indicar a vocês.

– Onde comer?

Milão é a melhor cidade das que eu fui para tomar o famoso gelato italiano. Minha dica para não errar é: entre sempre nos mais cheios. A espera sempre compensa, acredite! Acho que tomamos gelato em quase todos os dias que ficamos na Itália. O que nos salvou foi o Mc Donalds. Não tivemos muito tempo para sentar mesmo e comer, então sempre pedíamos uma salada, que lá custava 1 euro e tinha um molho bem gostoso. Também comprávamos pizzas vendidas nas padarias, onde o tempo de espera era bem menor, eram baratas e uma delícia.

– Onde ficar?

Nessa cidade ficamos em um hotel perto do centro e de uma estação de metrô. Como não tínhamos muito tempo em Milão, priorizamos a localização. Ficamos em um hotel confortável e com café da manhã incluso. O centro é cheio de hotéis ótimos e com um preço bem legal. A dica é sempre reservar bem antes.

– Onde comprar?

Não posso dizer que essa foi a minha cidade preferida para fazer compras. Na verdade passei na H&M – minha última compra em marcas de Fast Fashion – só porque eu fui despreparada para o Duomo di Milano, que pede que você não deixe nem os ombros nem as pernas a mostra para entrar no local.

duomo di milano

Ah! Quase me esqueci que lá eu descobri a Kiko, minha marca preferida de make atualmente. É incrível a qualidade e o preço deles! Para mim, não perdem nada para muitas marcas e o  preço é muito bom. Indico as máscaras faciais, os rímeis e as sombras da marca que são muito pigmentadas e duram bastante.

 

5 comentários sobre “#viajacomigo: Milão”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *